Sexta-feira, 4 de Dezembro, 2015

Jacob Rathe impõe-se na Sertã


O norte-americano Jacob Rathe venceu na Sertã a nona e penúltima etapa da 73ª Volta a Portugal Jogos Santa Casa. O corredor da Chipotle Development Team integrou um grupo de 18 unidades que se isolou pouco depois da partida da Covilhã.

Ao longo da etapa com 182,3km, o grupo dos fugitivos foi perdendo unidades e na chegada à Sertã, que desde 1976 não recebia um final de etapa de Volta, só dez corredores discutiram a vitória na etapa. Jacob Rathe de 20 anos, natural do estado do Oregon e profissional de primeiro ano foi o mais forte na linha de meta. “Correu muito bem. A fuga foi relativamente fácil, não tive dificuldade em entrar mas tive de ser cauteloso no final e guardar forças para a discussão ao sprint”, declarou o norte-americano que ao vencer em Portugal consegue a segunda vitória do ano, a primeira na Europa.

Na classificação geral não houve alterações e Ricardo Mestre (Tavira/Prio) manteve a Camisola Amarela Jogos Santa Casa. O corredor algarvio do Tavira/Prio chegou integrado no pelotão perdendo apenas 31 segundos para o grupo dos dez primeiros do dia, onde não estava nenhum adversário que colocassem em risco o símbolo da liderança. A um dia do fim da competição, Ricardo Mestre tem 1 minuto e 31 segundos de vantagem sobre o companheiro de formação, André Cardoso e no terceiro lugar está Rui Sousa (Barbot/Efapel) a 2 minutos e 24 segundos.

O dia da vitória norte-americana começou na Covilhã, a “Cidade Neve” regressou, nesta edição, ao mapa da prova com a partida para a penúltima tirada, depois da passagem da caravana na “etapa rainha”. Superados, que estavam, os dias mais decisivos da 73ª Volta a Portugal Jogos Santa Casa, a chegada à Sertã era considerada como uma das últimas oportunidades para quem ainda não tinha conseguido brilhar.

A tirada ficou marcada por uma fuga de 18 corredores. O grupo da frente foi perdendo elementos, à medida que os quilómetros se iam acumulando nas pernas, e ficou reduzido a dez unidades. O prémio de montanha de terceira categoria em Quintã, a cerca de 15km da meta, fraccionou o pelotão que não conseguiu anular a fuga. A discussão do triunfo na Sertã ficou reserva aos dez fugitivos, com Jacob Rathe a impor-se a Diego Milan (Caja Rural) e a Davide Riccibitti (Farnese Vini/Neri).

Para se encontrar definitivamente o vencedor da 73ª Volta a Portugal Jogos Santa Casa falta realizar-se apenas a décima etapa. Esta segunda-feira de feriado nacional, o pelotão vai partir de Sintra e rolar em direcção ao centro da capital portuguesa. Lisboa será novamente palco do final da Volta. Acredita-se que a última etapa seja de consagração mas na meta, junto ao Marquês de Pombal, os sprinters vão querer despedir-se em grande.

Classificações

9ª Etapa – COVILHÃ a SERTÃ (182.3 Km) 
Média do vencedor da etapa: 41.390 Km/h

1 138 Jacob RATHE CDT 4:24:16
2 82 Diego MILAN CRU m.t.
3 65 Davide RICCIBITTI FAR m.t.
4 13 Raul ALARCON BEF m.t.
5 68 Matteo RABOTTINI FAR m.t.
6 56 Aitor PEREZ ARRIETA LAM m.t.
7 62 Diego CACCIA FAR m.t.
8 101 Julien ANTOMARCHI LPM m.t.
9 18 César FONTE BEF m.t.
10 53 Francesco GAVAZZI LAM a 0:00:31
11 15 Sergio RIBEIRO BEF m.t.
12 126 Mikhail ANTONOV TIK m.t.
13 2 Ricardo MESTRE PRT m.t.
14 95 José CANO ACG m.t.
15 11 Rui SOUSA BEF m.t.

Classificação Geral

1 2 Ricardo MESTRE PRT 38:37:26
2 3 André CARDOSO PRT a 0:01:31
3 11 Rui SOUSA BEF a 0:02:24
4 1 Nelson VITORINO PRT a 0:02:50
5 21 Hernâni BRÔCO LAR a 0:02:51
6 15 Sergio RIBEIRO BEF a 0:05:24
7 29 Vergílio SANTOS LAR a 0:06:44
8 16 Sérgio SOUSA BEF a 0:07:06
9 31 João CABREIRA BOA a 0:07:54
10 36 Daniel SILVA BOA a 0:08:11
11 38 Delio FERNANDEZ BOA a 0:08:46
12 32 Ricardo VILELA BOA a 0:09:31
13 63 Alessandro BISOLTI FAR a 0:09:57
14 121 Sergey FIRSANOV TIK a 0:13:03
15 84 Bravo GARIKOITZ CRU a 0:13:10

Leave a Reply