Quinta-feira, 10 de Dezembro, 2015

Francesco Gavazzi impõe-se ao sprint em Castelo Branco


Francesco Gavazzi (Lampre/ISD) foi o mais rápido em Castelo Branco e venceu ao sprint a sexta etapa da 73ª Volta a Portugal Jogos Santa Casa. Depois de dois segundos lugares, atrás do líder Sérgio Ribeiro (Barbot / Efapel), o corredor italiano conseguiu finalmente bater o português. Após o triunfo na etapa mais longa da prova, Francesco Gavazzi estava aliviado por ter conseguido chegar à vitória. “Ganhar aqui (em Portugal) é especial porque a primeira corrida que fiz como estagiário profissional foi a Volta a Portugal em 2005. Além disso é bom ganhar numa corrida que dedica tanto calor humano ao ciclistas como no Giro de Itália e no Tour de França. A etapa foi muito dura, nós tínhamos conhecimento disso mas estou bem e tenho conseguido passar as pequenas montanhas e sabia que podia vencer esta etapa se o final fosse discutido em pelotão” explicou Gavazzi de 27 anos.

A Camisola Amarela Jogos Santa Casa continua a pertencer a Sérgio Ribeiro, que ao fazer o segundo lugar na etapa conseguiu mais seis segundos de bonificação, aumentando a vantagem para a concorrência. Antes do importante contra-relógio desta sexta-feira, o corredor do Barbot / Efapel tem agora 14 segundos de vantagem sobre Hernâni Brôco (LA / Antarte).

Depois do dia de descanso o pelotão regressou à estrada para a etapa mais longa da prova, 215,9 quilómetros corridos entre Aveiro e Castelo Branco. A longa quilometragem e a temperatura elevada, superior aos 40ºC, foram os principais adversários.

Na extensa tirada, a fuga do dia foi protagonizada por seis corredores, que se isolaram depois do quilómetro 30. Entre os seis fugitivos, que conseguiram a vantagem máxima de sete minutos, estavam dois portugueses, o jovem António Carvalho da Selecção Nacional e Célio Sousa. Debaixo do forte calor, o corredor do Onda/Boavista ainda atacou no grupo da frente e conseguiu rolar sozinho durante algum tempo mas seria alcançado a 20 quilómetros da chegada quando o pelotão voltou a rolar compacto para a discussão do sprint final na cidade albicastrense.

O Camisola Amarela Jogos Santa Casa, Sérgio Ribeiro, ainda tentou chegar à terceira vitória este ano, mas desta vez o triunfo foi de Francesco Gavazzi (Lampre/ISD), que vingou os dois segundos lugares em Oliveira do Bairro e Santo Tirso, sempre atrás do corredor do Barbot/Efapel.

Para a sétima etapa está reservado o difícil e longo contra-relógio individual entre o Sabugal e a Guarda. Com a extensão de 35,3 quilómetros, o crono, apesar de não ter muitas dificuldades em termos de relevo, será feito a uma altitude considerável, e percorrido praticamente sempre com a Serra da Estrela à vista.

Os contra-relogistas mais possantes vão ditar as leis, e o desempenho nesta sexta-feira exige aos favoritos, uma excelente recuperação para a “Etapa Rainha” do dia seguinte.

Classificações

6ª Etapa – AVEIRO a CASTELO BRANCO (215.9 Km)
Média do vencedor da etapa: 36.742 Km/h

1 53 Francesco GAVAZZI LAM 5:52:34
2 15 Sergio RIBEIRO BEF m.t.
3 128 Timofey KRITSKIY TIK m.t.
4 111 Danail PETROV KTS m.t.
5 9 Samuel CALDEIRA PRT m.t.
6 82 Diego MILAN CRU m.t.
7 22 Bruno SANCHO LAR m.t.
8 38 Delio FERNANDEZ BOA m.t.
9 104 Benjamin GIRAUD LPM m.t.
10 27 Márcio BARBOSA LAR m.t.
11 63 Alessandro BISOLTI FAR m.t.
12 129 Viacheslav KUZNETSOV TIK m.t.
13 3 André CARDOSO PRT m.t.
14 4 David LIVRAMENTO PRT m.t.
15 32 Ricardo VILELA BOA m.t.

Classificação Geral

1 15 Sergio RIBEIRO BEF 27:56:20
2 21 Hernâni BRÔCO LAR a 0:00:14
3 3 André CARDOSO PRT a 0:00:28
4 2 Ricardo MESTRE PRT a 0:00:30
5 29 Vergílio SANTOS LAR a 0:00:39
6 1 Nelson VITORINO PRT a 0:00:44
7 63 Alessandro BISOLTI FAR a 0:00:51
8 16 Sérgio SOUSA BEF a 0:00:59
9 11 Rui SOUSA BEF a 0:01:04
10 32 Ricardo VILELA BOA a 0:01:06
11 36 Daniel SILVA BOA a 0:01:18
12 84 Bravo GARIKOITZ CRU a 0:01:21
13 28 Bruno SILVA LAR a 0:01:42
14 121 Sergey FIRSANOV TIK a 0:01:45
15 101 Julien ANTOMARCHI LPM a 0:01:53

Leave a Reply