Terça-feira, 8 de Dezembro, 2015

Edvald Boasson Hagen triunfa em Lagoa e veste a camisola amarela


O norueguês Edvald Boasson Hagen (Sky) venceu hoje a segunda etapa da Volta ao Algarve, uma ligação de 187,5 quilómetros entre Faro e Lagoa, ascendendo ao comando da geral individual da prova.

Cumprindo as expectativas, a tirada foi discutida ao sprint. Apesar do esforço da Omega Pharma-QuickStep para lançar Gerald Ciolek, Boasson Hagen, num excelente desempenho individual, bateu toda a concorrência. O segundo classificado foi Kris Boeckamns (Vacansoleil-DCM) e o terceiro Ciolek, todos com o mesmo tempo do vencedor, 4h57m23s. Na geral, Edvald Boasson Hagen está no topo, com o mesmo tempo do anterior líder, Gianni Meersman (Lotto-Belisol). O terceiro é Boeckmans, a 4 segundos.

A etapa de hoje foi sempre palco de emoção. Pouco depois da partida real, saltou do pelotão um trio que se manteve em cabeça de corrida mais de 100 quilómetros. Tomás Swift-Metcalfe (Carmim-Prio-Tavira), Raul Alarcón (Efapel-Glassdrive) e Niels Wytinck (Topsport Vlaanderen-Mercator) foram os empreendedores desta iniciativa. O britânico do Tavira conseguiu ascender ao segundo posto da geral da montanha, em igualdade com o líder, Karsten Kroon (Saxo Bank). O espanhol da formação feirense aproveitou para conquistar a camisola das metas volantes.

Depois de anulada a principal escapada do dia, outras iniciativas se sucederam. O pelotão só rolou completamente compacto nos derradeiros cinco quilómetros, pedalando nessa altura com uma velocidade alucinante que não permitiu surpresas, promovendo uma emocionante chegada ao sprint.

A etapa de amanhã terá, certamente, um desfecho diferente. Os corredores vão percorrer 194,6 quilómetros desde Castro Marim até ao Alto do Malhão, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de segunda categoria. O percurso acolhe ainda quatro prémios de montanha de terceira categoria nos derradeiros 71 quilómetros. Espera-se, pois, a primeira grande selecção de valores desta 38.ª edição da Volta ao Algarve.

Classificação da 2.ª Etapa: Faro – Lagoa, 187,5 km
1.º Edvald Boasson Hagen (Sky), 4h57m23s (Média: 37,830 km/h)
2.º Kris Boeckmans (Vacansoleil-DCM), mt
3.º Gerald Ciolek (Omega Pharma-QuickStep), mt
4.º Matti Breschel (Rabobank), mt
5.º Anthony Ravard (Ag2R La Mondiale), mt
6.º Lloyd Mondory (Ag2R La Mondiale), mt
7.º Francesco Lasca (Caja Rural), mt
8.º Koldo Fernández (Euskaltel-Euskadi), mt
9.º Nikolas Maes (Omega Pharma-QuickStep),mt
10.º Pieter Vanspeybrouck (Topsport Vlaanderen-Mercator), mt

Geral Individual
1.º Edvald Boasson Hagen (Sky), 8h59m30s
2.º Gianni Meersman (Lotto-Belisol), mt
3.º Kris Boeckmans (Vacansoleil-DCM), a 4s
4.º Greg van Avermaet (BMC), a 4s
5.º Matti Breschel (Rabobank), a 6s
6.º Anthony Ravard (Ag2R La Mondiale), a 10s
7.º Bjorn Leukemans (Vacansoleil-DCM), mt
8.º Fabian Wegman (Garmin-Barracuda),mt
9.º Rui Costa (Movistar), mt
10.º Lloyd Mondory (Ag2R La Mondiale), mt

Geral Colectiva
1.ª Vacansoleil-DCM, 26h59m00s
2.ª Ag2r La Mondiale, mt
3.ª Omega Pharma-QuickStep, mt

Pontos
1.º Matti Breschel (Rabobank), 29 pontos
2.º Edvald Boasson Hagen (Sky), 27
3.º Gianni Meersman (Lotto-Belisol), 25

Montanha
1.º Karsten Kroon (Saxo Bank), 10 pontos
2.º Tomás Swift-Metcalfe (Carmim-Prio-Tavira), 10
3.º Sérgio Sousa (Efapel-Glassdrive), 7

Metas Volantes
1.º Raul Alarcón (Efapel-Glassdrive), 6 pontos
2.º Karsten Kroon (Saxo Bank), 6
3.º Niels Wytinck (An Post Sean Kelly Team)

3 Comentários

    Leave a Reply