Domingo, 31 de Janeiro, 2016

David Blanco domina o alto da Senhora da Graça e veste amarela


O galego David Blanco, Palmeiras Resort-Prio Tavira, venceu hoje, isolado, no mítico alto da Senhora da Graça. A etapa de hoje ligou Barcelos a Mondim de Basto num total de 175,8 quilómetros, onde o ponto alto da corrida foi durante a escalada para o santuário da Sr.ª da Graça. Com a sua vitória, o tetra-vencedor da Volta conseguiu conquistar a camisola amarela, antes pertencente ao seu colega de equipa, Cândido Barbosa, que terminou com quase quatro minutos de atraso. Também a liderança da montanha mudou, com Oleg Chuzhda (Caja Rural) a passar para a frente de Hélder Oliveira.

Uma etapa de importância como esta gera sempre um nervosismo entre os vários ciclistas. Prova disso foi as diversas tentativas de fuga de grupos numerosos, que iam sendo sempre anulados. Foi preciso um ataque do russo Vladislav Borisov (Amore&Vita) para que se formasse um grupo de 6 ciclistas, que à passagem pela contagem de montanha de terceira categoria, vencida por Sérgio Sousa (Madeinox), passou a 6 ciclistas, constituido por pelos portugueses, José Mendes (LA-Rota dos Móveis) e Sérgio Sousa (Madeinox/Boavista), pelo italiano Matteo Rbottini (Lampre), por o ucraniano Oleg Chuzhda, pelo uruguaio Fabricio Ferrari (ambos da Caja Rural) e por o francês Laurent Levefre (Bbox).

Na frente não havia sossego, com ataques seguido de ataques. Foi durante o ataque para conquistar a meta volante de Arco de Baúlhe que ficaram apenas três na frente da corrida: Chuzhda, Sérgio Sousa e Ferrari.

Foi então que, em plena subida final, que a corrida virou-se do avesso. Já na frente só estava Chuzhda e Sérgio Sousa, que acabaram por ser ultrapassados por Rui Sousa (Barbot Siper) e por Hernani Broco (LA-Rota dos Moveis). Ao duo português juntou-se o espanhol Sérgio Pardilla (CarmioOro).

Com todas as mexidas no pelotão, o ritmo era muito elevado que causou o descolamento de Cândido Barbosa do grupo principal. O campeão nacional Rui Sousa mostrava a sua garra de campeão, ao isolar-se na frente da corrida. Foi curta a iniciativa do português, graças ao duro trabalho da Palmeiras Resort que aumentava o ritmo do grupo.

André Cardoso aumentou o ritmo de tal maneira, que deixou todos para trás, levando na sua roda o seu colega, David Blanco, que arrancou de seguida num ataque para não ser mais alcançado. Cardoso terminou no segundo lugar, enquanto Hernâni Broco terminou na terceira posição.

Amanhã é o dia de descanso da corrida, mas isto nunca significa descanso dos corredores. Os ciclistas vão ter o seu treino matinal, os mecânicos têm de fazer a vistoria às bicicletas, entre muitas outras actividades. Os cicloturistas vão poder participar na Etapa da Volta RTP, uma ligação de 60,8 quilómetros entre Fafe até ao alto da Senhora da Graça. Estão inscritos 756 participantes para esta iniciativa organizada pela Liberty Seguros.

Multimédia

{gallery}corridas/volta10/4etapa{/gallery}

Classificações

4º Etapa

1º 1 BLANCO, David ESP PALMEIRAS RESORT-PRI 4:43:50 10″
2º 5 CARDOSO, Andre POR PALMEIRAS RESORT-PRI a 06 6″
3º 33 BROCO, Hernani POR LA- ROTA DOS MOVEIS a 09 4″
4º 11 BERNABEU, David ESP BARBOT-SIPER a 11
5º 23 SILVA, Daniel POR C. C. LOULÉ- LOULETA a 21
6º 14 SOUSA, Rui POR BARBOT-SIPER a 33
7º 71 SINKEWITZ, Patrik GER ISD-NERI a 35
8º 3 VITORINO, Nelson POR PALMEIRAS RESORT-PRI a 36
9º 32 SANTOS, Virgilio POR LA- ROTA DOS MOVEIS a 36
10º 43 BENTA, Joao POR MADEINOX-BOAVISTA a 42

Geral Individual

1º 1 BLANCO, David ESP PALMEIRAS RESORT-PRI 18:13:23
2º 11 BERNABEU, David ESP BARBOT-SIPER a 43
3º 33 BROCO, Hernani POR LA- ROTA DOS MOVEIS a 44
4º 71 SINKEWITZ, Patrik GER ISD-NERI a 59
5º 5 CARDOSO, Andre POR PALMEIRAS RESORT-PRI a 01:04
6º 81 PARDILLA, Sergio ESP CARMIOORO-NGC a 01:05
7º 14 SOUSA, Rui POR BARBOT-SIPER a 01:22
8º 32 SANTOS, Virgilio POR LA- ROTA DOS MOVEIS a 01:30
9º 43 BENTA, Joao POR MADEINOX-BOAVISTA a 01:35
10º 13 RIBEIRO, Sergio POR BARBOT-SIPER a 01:37

Leave a Reply