Domingo, 8 de Maio, 2016

Pedro Lopes apanha 15 anos de suspensão


Pedro Lopes, ciclista que representou o Clube de Ciclismo de Loulé, foi suspenso durante 15 anos, a maior pena de sempre do ciclismo português, após ter faltado a vários controlos fora da competição. O facto de que o ciclista algarvio já era reincidente em casos de doping foi a justificação utilizada pelo Concelho Disciplinar da UVP-FPC. Pedro Lopes acusou doping após ter conquistado o título de campeão nacional, em 2004.

Este caso, apesar de inédito a nível nacional, já ocorreu no estrangeiro, com o italiano Gianni da Ros a ser punido com uma pena de 20 anos. Ainda assim, da Ros recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto e viu a sua pena reduzida a quatro anos.

João Benta apanha suspensão de três anos

Sobre o caso de João Benta, o jovem ciclista da Madeinox-Boavista, acabou por ser suspenso três anos, até Outubro de 2013, depois de um positivo a CERA num controlo fora da competição, em Julho. O jovem de Esposende já tinha admitido publicamente o erro, tendo igualmente renunciado da contra-análise, assumindo toda a responsabilidade pelo acto praticado. Mesmo assim, a pena não foi atenuada, sendo o primeiro português a ser punido ao abrigo da nova lei, que permite a pena de suspensão ir além dos dois anos.

Leave a Reply