Quinta-feira, 11 de Fevereiro, 2016

UCI condena fugas de informação relativas ao Caso Contador


A UCI, União Ciclista Internacional, condenou a fuga de informação relativa ao depoimento do ciclista espanhol Alberto Contador no TAS, sobre o mediático caso do controlo positivo para a substância clembuterol, na Volta a França de 2010. A organização assegura ainda a fuga não proveio de nenhum dos seus representantes, garantindo que vai continuar a respeitar a confidencialidade e os direitos legais de todas as partes do processo.

“O caso de Alberto Contador está nas mãos dos jurados do TAS. A UCI pede à comunidade desportiva que aguarde o resultado da deliberação com respeito e serenidade”, lê-se no comunicado lançado esta tarde na página oficial.

Este polémico caso remonta a finais de 2010, quando o espanhol foi suspenso preventivamente depois de um controlo positivo a quantidades ínfimas de clembuterol. Com a RFEC (Real Federação Espanhola de Ciclismo) a absolver Contador, a UCI e a Agência Mundial de Antidopagem acabaram por recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, o TAS.

Leave a Reply