Terça-feira, 2 de Fevereiro, 2016

Thomas Voeckler vence etapa, Amarela em Contador


Mais uma vitória francesa, a quinta, na Volta a França. Thomas Voeckler, campeão nacional francês e ciclista da Bbox Bouygues Telecom, venceu hoje a 15º Etapa da Volta a França, que integrou desde o inicio a fuga do dia. Foi durante a dura subida de categoria especial que a corrida começou a alterar-se com a fuga a perder unidades e tempo e com o pelotão reduzido. Mas o mais marcante da etapa foi o problema mecânico de Andy Schleck durante um ataque onde Contador aproveitou para contra-atacar acabando mesmo por conquistar a camisola amarela por oito segundos.

Logo nos primeiros quilómetros começou a animação da etapa, com uma numerosa fuga de 10 homens a isolar-se na frente. A vantagem ia aumentando, conseguindo quase 11 minutos de vantagem. Foi na dura subida de categoria especial que a corrida começou a decidir-se, com os vários ciclistas da fuga a descolarem, e com os favoritos em constante marcação no que restava do pelotão.

Durante a subida de 19,5 quilómetros, Andy Schleck decidiu testar os seus adversários com um potente ataque com resposta de todos os favoritos. Mas o luxemburguês não desistiu, e a 23 quilómetros da meta, quase no final da subida, tentou mais uma vez fugir, numa altura em que Contador seguia na retaguarda do grupo. Tão forte foi o ataque, que só teve resposta imediata de Vinokourov, que a corrente saltou e Schleck foi forçado a parar. Nesse momento Alberto Contador, Samuel Sanchez e Denis Menchov desferiram um poderoso ataque, abrindo assim mais uma polémica nesta edição do Tour de France. Se antes era fairplay a mais, agora foi fairplay a menos.

Andy Schleck rapidamente tratou da bicicleta e iniciou a sua perseguição, mas nunca mais conseguiu alcançar o grupo de Contador, acabando por perder 39s para eles e perder igualmente a camisola amarela por 8 segundos para Alberto Contador.

Numa altura em que estas movimentações iam acontecendo, seguia na frente da corrida o vencedor da etapa, Thomas Voeckler, isolado com Alessandro Ballan (BMC) e Aitor Perez Arrieta (Footon-Servetto) a perseguirem o campeão francês. Apesar dos seus esforços, acabaram por cruzar a meta com 1m20 para Voeckler.

Amanhã corre-se a etapa rainha desta Volta a França, uma durissima etapa com duas contagens de categoria especial, com uma a pouco mais de 60 quilómetros da meta. Com uma distancia tão longa para a meta, a luta pela classificação geral não era algo muito provavel de acontecer, no entanto depois do dia de hoje quase que se pode antever que vai haver uma dura luta pela camisola amarela, principalmente depois de Andy Schleck admitir que quer vingança. Vai ser uma etapa bastante interessante, a última antes do dia de descanço quarta feira.

Multimédia

{gallery}corridas/tour10/15etapa{/gallery}

Classificações

15º Etapa

1      Thomas Voeckler (Fra) Bbox Bouygues Telecom      4:44:51
2     Alessandro Ballan (Ita) BMC Racing Team     0:01:20
3     Aitor Perez Arrieta (Spa) Footon-Servetto
4     Lloyd Mondory (Fra) AG2R La Mondiale     0:02:50
5     Luke Roberts (Aus) Team Milram
6     Francesco Reda (Ita) Quick Step
7     Alberto Contador Velasco (Spa) Astana
8     Samuel Sánchez Gonzalez (Spa) Euskaltel – Euskadi
9     Denis Menchov (Rus) Rabobank
10     Brian Vandborg (Den) Liquigas-Doimo

Geral

1      Alberto Contador Velasco (Spa) Astana      72:50:42
2     Andy Schleck (Lux) Team Saxo Bank     0:00:08
3     Samuel Sánchez Gonzalez (Spa) Euskaltel – Euskadi     0:02:00
4     Denis Menchov (Rus) Rabobank     0:02:13
5     Jurgen Van Den Broeck (Bel) Omega Pharma-Lotto     0:03:39
6     Robert Gesink (Ned) Rabobank     0:05:01
7     Levi Leipheimer (USA) Team Radioshack     0:05:25
8     Joaquin Rodriguez (Spa) Team Katusha     0:05:45
9     Alexander Vinokourov (Kaz) Astana     0:07:12
10     Ryder Hesjedal (Can) Garmin – Transitions     0:07:51

Leave a Reply