Quinta-feira, 11 de Fevereiro, 2016

Scarponi vence etapa, Maglia Rosa para Basso



Michele Scarponi, ciclista italiano da Androni-Diquigiovanni, venceu hoje a décima nona etapa da Volta a Itália. O italiano cruzou a meta integrando o grupo dos dois compatriotas da Liquigas, Ivan Basso e Vincenzo Nibali. David Arroyo (Caisse d’Epargne) acabou por terminar com três minutos de atraso, perdendo a maglia rosa para Basso. Cadel Evans também cedeu imenso, saindo da luta pela liderança. Basso mantem assim uma vantagem de 51 segundos para Arroyo, na segunda posição, e 2 minutos e 30 segundos para Nibali, no terceiro posto.



Foi uma dura etapa: 195 quilómetros que ligaram Brecia e Aprica, com bastante montanha pelo meio. A maior dificuldade foi a subida do Passo del Mortirolo, uma dura subida com 12,8 quilómetros de extensão e uma inclinação média de 10 por cento. No entanto não foi aqui que a corrida este mais emocionante, mas foi durante a rápida descida que a atenção na corrida estava no rubro.

 

Durante a subida a Liquigas impôs um ritmo fortíssimo, com Basso a puxar constantemente na frente. Rapidamente reduziram o pelotão a poucas unidades. Arroyo ia-se aguentado, até a sensivelmente metade da subida acabou por ceder. Seguiam assim isolados Ivan Basso, Nibali, Cadel Evans e Scarponi. Evans não conseguiu aguentar muito tempo no grupo de Basso acabando por ceder igualmente. Assim no final da subida, a vantagem fixava-se em 1m40 para os perseguidores, entre eles Arroyo, Evans e outros favoritos como Carlos Sastre (Cervélo) e Vinokourov (Astana).

 

Mas foi durante a descida que a corrida estava mais emocionante. Os perseguidores a conseguirem reduzir a vantagem para apenas quarenta segundos apontava para que Arroyo mantivesse a liderança, mas durante a longa subida para a meta, a fadiga acabou por revelar-se com os perseguidores a terminaram com pouco mais de três minutos de atraso para o grupo de Basso. Assim Arroyo perdeu a liderança para Basso por uma questão de 51 segundos.

Está tudo em aberto para a etapa de amanhã, a última etapa antes do derradeiro contra relógio final que fecha a edição deste ano do Giro d’Italia. Vão ser 178 quilómetros para percorrer entre Bormio e Ponte di Tonale e com dificuldades tipográficas acentuadas. A meta vai coincidir com um prémio de montanha. Mas para além desta dificuldade, os corredores vão ter de passar por outras quatro. Destaque para a quarta, a subida de Passo di Gavia, longuíssima com 25 quilómetros e um pendente médio de 5%.

Multimédia

{gallery}corridas/giro2010/19etapa{/gallery}

Classificações

Etapa

1 Michele Scarponi (Ita) Androni Giocattoli 5:27:04
2 Ivan Basso (Ita) Liquigas-Doimo
3 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas-Doimo
4 Alexandre Vinokourov (Kaz) Astana 0:03:05
5 John Gadret (Fra) AG2R La Mondiale
6 Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team 0:03:06
7 David Arroyo Duran (Spa) Caisse d’Epargne
8 Carlos Sastre Candil (Spa) Cervelo Test Team
9 Branislau Samoilau (Blr) Quick Step 0:05:27
10 Marco Pinotti (Ita) Team HTC – Columbia

Geral

1 Ivan Basso (Ita) Liquigas-Doimo 81:55:56
2 David Arroyo Duran (Spa) Caisse d’Epargne 0:00:51
3 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas-Doimo 0:02:30
4 Michele Scarponi (Ita) Androni Giocattoli 0:02:49
5 Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team 0:04:00
6 Carlos Sastre Candil (Spa) Cervelo Test Team 0:05:32
7 Richie Porte (Aus) Team Saxo Bank 0:06:00
8 Alexandre Vinokourov (Kaz) Astana 0:06:22
9 Robert Kiserlovski (Cro) Liquigas-Doimo 0:12:44
10 Marco Pinotti (Ita) Team HTC – Columbia 0:13:40 

Leave a Reply