Sexta-feira, 11 de Dezembro, 2015

Ryder Hesjedal impõe-se a Garcia


Ryder Hesjedal, ciclista da Garmin, ganhou hoje a 12ª etapa da Vuelta. Quando aparentemente parecia derrotado pelo ciclista da Xacobeo, David Garcia, o ciclista da Garmin conseguiu dar a segunda vitória consecutiva a sua equipa na Vuelta. Como seria de esperar, David Garcia ficou em segundo lugar, a um segundo de Hesjedal, e Robert Gesink, da Rabobank, conseguiu a terceira posição a 6 segundos de Hesjedal.


Foi uma etapa bastante dura. Contou com três montanhas de 1º categoria, e uma de terceira. Foi um dia importante para a camisola da montanha, mas quem acabou por pontuar foram os interessados pela camisola dos pontos. Na primeira passagem pelo Alto de Velefique, sendo a segunda passagem a meta), havia uma fuga com 12 ciclistas: Ryder Hesjedal (Garmin-Slipstream), Javier Ramírez (Andalucía-Cajasur), Oscar Freire (Rabobank), David Garcia (Xacobeo Galicia), Alexander Vinokourov (Astana), Bingen Fernández (Cofidis), Julien El Farès (Cofidis), Borut Bozic (Vacansoleil), Julián Sánchez (Contentpolis-Ampo), Pierrick Fédrigo (Bbox Bouygues Telecom) e Stuart O’Grady (Saxo Bank).  Arkaitz Durán (Fuji-Servetto)  conseguiu ainda apanhar este grupo de fugitivos, após seguir em perseguição completamente só, apanhando a fuga a meio da subida. Durán chegou mesmo a ser o líder da geral virtual enquanto a vantagem andava nos 7 minutos.

Lá mais atrás, no pelotão, a Caisse trabalhava duro. Trabalho este que conseguiu manter os homens da frente com uma vantagem de 6 minutos. Na passagem do Alto de Calar Alto, alguns começaram a ficar para trás. Vinokourov, vencedor da Vuelta 06, que estava no grupo da frente, começou a perder vantagem até que foi o primeiro fugitivo a ser alcançado pelo pelotão. Ainda havia muito pela frente e o ciclista da Astana estava a dar as ultimas, e por isso, sem grande surpresa, desistiu.

Depois da passagem na curta subida de Oula de Castro, a cerca de 30km do final, a vantagem estava em menos de 5 minutos, mesmo assim havia expectativa que David Garcia, uma das promessas da montanha tentasse a sua sorte. E assim foi! No inicio da Subida final do Alto de Velefique, Garcia deixou todos para trás, num ataque a solo na duríssima subida com mais de 13km. O grupo de fugitivos foi-se desfazendo até que apenas Ryder Hesjedal e Julián Sánchez conseguiam seguir David Garcia, com uma pequena distancia.

Nos restos de pelotão, onde estavam quase todos do Top 10, Cunego tentou atacar, até pareceu que ia conseguir, mas acabou mesmo por ser um ataque sem sucesso. Depois seguiu-se Mosquera e aconteceu o mesmo. Mas a determinação deste ciclista levou-o a um segundo ataque, este com sucesso. Entretanto, mais à frente na corrida, Hesjedal deixou Sanchez para trás e conseguiu o impensável. Colou-se a David Garcia. Hesjedal pedia colaboração de Garcia, mas este parecia ignora-lo por completo.

No quilómetro final, Garcia, com a meta à vista, atacou… mas cedo demais. Hesjedal poupou-se e respondeu, e conseguiu ganhar esta etapa. O ciclista da Garmin olhou para o seu colega de fuga esgotado e sorriu, levantando os braços.

Classificação da Etapa


Pos.Dor.NombreNac.Equ.Tiempo
1114HESJEDAL, RyderCANGRM5:34:31
2215GARCÍA, DavidESPXACa 01
3154GESINK, RobertNEDRABa 06
4211MOSQUERA, EzequielESPXACa 06
5121CUNEGO, DamianoITALAMa 16
651VALVERDE, AlejandroESPGCEa 16
7161EVANS, CadelAUSSILa 16
8131BASSO, IvanITALIQa 16
9111DANIELSON, ThomasUSAGRMa 16
101SÁNCHEZ, SamuelESPEUSa 16

Classificação Geral


Pos.Dor.NombreNac.Equ.Tiempo
151VALVERDE, AlejandroESPGCE051:12:38
2161EVANS, CadelAUSSILa 07
3154GESINK, RobertNEDRABa 18
4111DANIELSON, ThomasUSAGRMa 51
5131BASSO, IvanITALIQa 53
61SÁNCHEZ, SamuelESPEUSa 01:03
7121CUNEGO, DamianoITALAMa 02:13
8211MOSQUERA, EzequielESPXACa 02:14
936NAVARRO, DanielESPASTa 03:53
1058RODRIGUEZ, JoaquinESPGCEa 04:01

 

Foto: © Unipublic

Leave a Reply