Sexta-feira, 7 de Outubro, 2016

Moncoutie domina a Serra Nevada


David Moncoutie, ciclista da Cofidis, ganhou hoje a 13º etapa e ainda conseguiu quase garantir a Classificação de Montanha. A seguir cruzou a meta Mosquera a 52 segundos e de seguida Valverde a 1 minuto e 16 segundos. Esta prova foi marcada pelo azar de Cadel Evans que teve um furo e ficou de fora do grupo dos favoritos.


Formou-se um enorme grupo na frente, mas nunca ofereceu condições para chegar ao fim. Havia ciclistas de boa qualidade, mas era demasiada gente para funcionar tudo correctamente. Nos fugitivos encontrava-se Moncoutie, que lutava pela montanha. Havia a presença também de David De La Fuente e Hoogerland, os ‘rivais’ de Moncoutie para a montanha. Mas o trepador francês não dava hipótese. Conseguia registar sempre a pontuação máxima na passagem por cada Prémio de Montanha. Mais tarde atacou com o seu colega de equipa Rein Taaramae e com Koos Morenhout da Rabobank.

Este final de etapa é muito duro. Contou com duas contagens de montanha seguidas separadas por menos de 1km entre si. Dava na totalidade 25km a subir. Houve grandes dificuldades no grupo da frente e não tardou para que Moncoutie conseguisse se manter isolado na frente da corrida. Mais atrás no grupo record os ciclistas iam ficando gradualmente para trás. A Liquigás no pelotão aumentava o ritmo e depressa o pelotão deixou de o ser. Nos ultimos quilómetros restavam apenas neste pseudo pelotão Valverde, Evans, Gesink, Basso, Sanchez e Mosquera, que tinham possibilidades de lutar pelo pódio. Joaquim Rodriguez, que estava na frente, foi ordenado esperar por este grupo para ajudar Valverde que poderia estar a ter dificuldades. Sanchez começou a ceder, mas conseguiu controlar o esforço devidamente de modo a apenas perder alguns segundos para o grupo.

É obvio que não podemos deixar de falar da falta de sorte de Cadel Evans, especificamente nesta etapa, mas também em toda a Vuelta. O Australiano teve um furo na roda traseira, enquanto subia a primeira subida das duas subidas finais, fazendo-o perder muito tempo, inclusive ser ultrapassado por Sanchez. A Troca de roda traseira foi muito demorada e a ajuda do carro neutro pouco serviu. E o relógio contava, já tinha passado mais de um minuto quando o Carro da Silence Lotto finalmente chegou dando uma nova bicicleta ao ciclista. Evans ainda conseguiu recuperar, apanhando Sanchez. Estes foram juntos na perseguição até à frente, mas Sanchez seguiu sózinho aquando da falta de energia de Evans.

Classificação da Etapa


Pos.Dor.NombreNac.Equ.Tiempo
171MONCOUTIE, DavidFRACOF5:09:22
2211MOSQUERA, EzequielESPXACa 52
351VALVERDE, AlejandroESPGCEa 01:16
4154GESINK, RobertNEDRABa 01:17
5131BASSO, IvanITALIQa 01:17
61SÁNCHEZ, SamuelESPEUSa 01:37
758RODRIGUEZ, JoaquinESPGCEa 02:09
8161EVANS, CadelAUSSILa 02:24
9128TIRALONGO, PaoloITALAMa 02:31
1077MOINARD, AmaëlFRACOFa 03:37

Classificação Geral


Pos.Dor.NombreNac.Equ.Tiempo
151VALVERDE, AlejandroESPGCE056:23:08
2154GESINK, RobertNEDRABa 27
3131BASSO, IvanITALIQa 01:02
41SÁNCHEZ, SamuelESPEUSa 01:32
5161EVANS, CadelAUSSILa 01:33
6211MOSQUERA, EzequielESPXACa 02:06
758RODRIGUEZ, JoaquinESPGCEa 05:02
8128TIRALONGO, PaoloITALAMa 05:33
9111DANIELSON, ThomasUSAGRMa 06:52
1036NAVARRO, DanielESPASTa 08:21

Foto: © Unipublic

Leave a Reply