Sexta-feira, 4 de Dezembro, 2015

Mikhail Ignatiev vence a solo no Tirreno-Adriático


Mikhail Ignatiev (Katusha) conquistou hoje a seta etapa do Tirreno-Adriátco numa chegada a solo. O ciclista da Katusha conseguiu ganhar cinco segundos para Stegano Garzelli (Acqua & Sapone) e Cadel Evans (BMC Racing) – que terminaram com a segunda e terceira posição – na ascensão final em Macerata. O russo foi o único a conseguir sobreviver da fuga de 12 homens, entre eles Rui Costa (Caisse d’Epargne) após um ataque a 8 quilómetros da meta onde seguiu isolado até à sua primeira vitória em 3 anos. A maglia azzurra continua no peito do italiano Michele Scarponi, com apenas dois segundos de vantagem para Stefano Garzelli.

Como já seria de esperar, a corrida começou logo com uma fuga aos oito quilómetros. O Português Rui Costa (Caisse d’Epargne), Assan Bazayev (Astana), Marcus Burghardt (BMC Racing Team), Ruben Perez Moreno (Euskaltel – Euskadi), Martijn Maaskant (Garmin – Transitions), Simon Spilak (Lampre-Farnese Vini), Tom Boonen (Quick Step), Paul Martens (Rabobank), Thomas Löfkvist (Sky Professional Cycling Team), Peter Velits (Team HTC – Columbia), Mikhail Ignatiev (Team Katusha) e Matti Breschel (Team Saxo Bank) conseguiram-se manter isolados, alcançado vantagens de dois minutos, acabado por ser apanhados a menos de um quilómetro da Meta.

Foi então que, aos oito quilómetros da meta, Ignatiev atacou na fuga, alcançado 20 segundos de vantagem. No pelotão, Scarponi já não precisou de mais preocupações, visto que a fuga que lhe poderia tirar a liderança tinha menos de um minuto de vantagem. Assim, Scarponi concentrou-se nos outros ciclistas que lhe poderiam tirar a camisola no seu grupo, tal como Garzelli, Iglinskiy e Evans, todos a 18 segundos da liderança.

Na altura que Ignatiev alcançou os 2.5 quilómetros da meta, a sua vantagem do grupo maglia azzurra estava em 50 segundos, e os seus antigos companheiros de fuga começaram a dividir-se em pequenos grupos perseguidores. À medida que o russo se aproximava cada vez mais da desejada vitória, os seus antigos colegas de fuga foram apanhados, quando faltava 1 quilómetro para a meta. Foi então que Garzelli e Evans atacaram, tentando reduzir a vantagem que tinham para Scarponi, conseguindo uma pequena vantagem.

Assim, Ignatiev conseguiu a sua vitória, com Garzelli a sprintar contra Evans, terminando a corrida em segundo a cinco segundos do russo, tal como Evans. Gesink (Rabobank) conseguiu a quarta posição a sete segundos, o mesmo tempo de Scarponi, que terminou em sexto. O nosso português Rui Costa, apesar das suas dificuldades físicas devido a uma queda logo na primeira etapa conseguir terminar na 36ª posição, a 58 segundos do vencedor.

A última etapa, vai-se disputar amanhã, num traçado com 164 quilómetros, entre Civitanova Marche e San Benedetto. Scarponi vai ter de estar atento, visto que uma bonificação da parte de Garzelli poderá tirar-lhe a camisola azul.

Classificações

Etapa
1 Mikhail Ignatiev (Rus) Team Katusha 3:18:09
2 Stefano Garzelli (Ita) Acqua & Sapone 0:00:05
3 Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team
4 Robert Gesink (Ned) Rabobank 0:00:07
5 Benoit Vaugrenard (Fra) Francaise Des Jeux
6 Michele Scarponi (Ita) Androni Giocattoli
7 Michael Rogers (Aus) Team HTC – Columbia
8 Francesco Gavazzi (Ita) Lampre-Farnese Vini 0:00:09
9 Domenico Pozzovivo (Ita) Colnago – CSF Inox 0:00:11
10 Rigoberto Uran Uran (Col) Caisse d’Epargne

36 Rui Alberto Faria Da Costa (Por) Caisse d’Epargne 0:00:58 

Geral 
1 Michele Scarponi (Ita) Androni Giocattoli 26:59:00
2 Stefano Garzelli (Ita) Acqua & Sapone 0:00:02
3 Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team 0:00:12
4 Maxim Iglinskiy (Kaz) Astana 0:00:22
5 Robert Gesink (Ned) Rabobank 0:00:27
6 Michael Rogers (Aus) Team HTC – Columbia 0:00:29
7 Domenico Pozzovivo (Ita) Colnago – CSF Inox 0:00:33
8 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas-Doimo 0:00:42
9 Manuele Mori (Ita) Lampre-Farnese Vini 0:01:04
10 Francesco Gavazzi (Ita) Lampre-Farnese Vini 0:01:07

Leave a Reply