Sexta-feira, 11 de Dezembro, 2015

Cadel Evans: “Só acaba quando eu cruzar a meta em Paris”


Cadel Evans conseguiu hoje o que mais sonhou em toda a sua carreira. Depois de dois segundos lugares, o “eterno segundo” passa a “finalmente primeiro”. Mesmo assim o ciclista australiano não quer lançar os foguetes antes da festa. “Só acaba quando eu cruzar a meta em Paris – Eu espero que não esteja a chover,” disse Cadel Evans no final. “Nem consigo acreditar… Fiz o melhor contra-reógio que podia ter feito hoje – todos os dias corremos o melhor que podiamos e todos os dias a equipa fez 99,9%, ou mesmo 100%, do que poderia ter feito.”

“Tive alguns dias maus, alguns momentos de azar, mas continuamos a seguir o nosso plano e foi funcionando todos os dias… Não posso acreditar.”

No final, Cadel Evans agradece aqueles que o ajudaram ao longo da sua vida e carreira. “Foi à 20 anos que vi o Tour na televisão pela primeira vez. Desde ai comecei a trabalhar com o meu treinador nesse objectivo. Eu faço o que faço pelo ciclismo e por todos aqueles que acreditaram em mim: Aldo Sassi, os meus companheiros e aqueles que me ajudaram desde os meus 14 anos.”

 

Leave a Reply