Sábado, 3 de Setembro, 2016

Cadel Evans: “Obrigado a todos”


Depois de cruzar a meta, Cadel Evans, o vencedor da Volta a França, ainda tenta perceber a magnitude do seu feito e qual o impacto que esta vitória vai ter no seu país, a Austrália. “Nunca tive tempo para considerar esse facto, para ser honesto,” disse Evans. “Tem sido um longo, longo processo e vai demorar algum tempo para perceber o que significa.”

“O que posso dizer? É incrível… Já faz tantos anos em que eu penso no Tour de France”, disse o australiano, num discurso ensaiado no pódio. Cadel Evans sabia o que dizer – em francês e inglês. “Obrigado a todos. A todos os que acreditaram em mim, a todos os meus colegas. Obrigado a todos os ciclistas, a todos os meus concorrentes. A Volta a França foi uma experiência incrível. Obrigado por esta corrida maravilhosa. Não podia estar mais feliz aqui.”

“Este ano eu trabalhei para o Tour”, continuou Evans. “Nós ganhamos porque fizemos tudo para isso. Para ter sucesso ao mais alto nível é necessário que cada detalhe seja perfeito. Esta é a nossa vida e o nosso trabalho diário. Mas eu tive alguns momentos difíceis. Por dois anos terminei na segunda posição, estava sem sorte. Mas isso faz com que o sucesso deste ano seja ainda mais especial. Foi um trabalho de vários anos. Quero agradecer a Aldo Sassi, que morreu no ano passado. Foi ele quem me empurrou para este sonho. Mesmo depois da sua morte, ainda lhe devo muito. Tudo o que aprendi devo-lhe a ele.”

Apesar de aparentar sempre sereno, o australiano confessa que várias vezes pensou que não ia conseguir. “Se pensei em perder a corrida? Sim, mais que uma vez,” confesou. “No Galibier, foi o momento mais crítico. Eu podia perder o Tour. Mas também tive problemas na etapa de Mature-de-Bretagne onde eu sofri de um problema a 15 quilómetros do final.”

Cadel Evans conquistou hoje a Volta a França de 2011, a sua primeira vitória e a primeira vitória australiana.


 

Leave a Reply