Segunda-feira, 7 de Dezembro, 2015
Diário de Hélder Leal

7ª Etapa – Contra-Relógio – Diário do Hélder


Hoje foi o Contra-Relógio individual, onde é cada um por si. Foi um contra-relógio que parecia pelo gráfico pouco complicado mas na verdade acabou por se revelar bastante complicado, com sobe e desce permanente originando uma quebra no ritmo. O vento que se fez sentir durante toda e tapa também dificultou, juntamente com os últimos quatro quilómetros a subir até à cidade da Guarda.

A minha prestação foi mais ou menos, uma vez que fiz o contra-relógio a pensar um pouco no dia de amanhã, por isso poupei algumas forças para a etapa de amanhã, que vai ser mesmo muito dura.

Amanhã é provavelmente a etapa mais dura da Volta dos últimos 10 anos. Vai ter uma extensão de 190 quilómetros, a começar logo com uma contagem de terceira categoria – o alto Teixeira. Por volta do km 80 segue-se a subida da Covilhã para as Penhas da Saúde, uma primeira categoria, e por volta do quilómetro 120 temos a subida de Manteigas para as Penhas, uma segunda categoria. Por fim, temos a subida para de Seia até à torre, uma contagem de categoria especial. É sem dúvida uma etapa duríssima.

Leave a Reply